V E S T I B U L A R
MENU
 Menu Principal

Aluna de pedagogia da FSLF fala do seu amor pela educação inclusiva


às 11h18
Compartilhe:

Na edição ‘Alunaço’ desta semana vamos apresentar a aluna do 6º período de Pedagogia, Luciana Maria da Silva Santos, 50 anos. Ela já está na sua terceira graduação e chegou na Faculdade São Luís de França através dos cursos de pós-graduação, com o desejo de se aprofundar nas práticas educativas inclusivas, envolvendo alunos e familiares.

Formada em Artes e Serviço Social, Luciana já atua há 24 anos na área da educação e conta como resolveu iniciar o curso de pedagogia. “Na minha terceira pós-graduação em Atendimento educacional especializado (AEE), na Faculdade São Luís de França, conheci uma pessoa fantástica, o professor Anderson Reis, que falava da Pedagogia com amor, como um alicerce para educação e essa sua fala me despertou e brotou em mim uma vontade imensa de aprofundar meus conhecimentos para aplicá-los de forma integral, humanizada e inclusiva na educação. Então resolvi cursar a Pedagogia”, lembrou.

Cursando Pedagogia, Luciana relatou que conheceu professores incríveis e até colegas de profissão, que acolheram e direcionaram o seu interesse com a educação inclusiva. “A proposta de Educação Inclusiva inclui desafios e o meus maiores desafios, foram minhas mudanças de hábitos e reformulação interior, para poder reconhecer o educando na sua individualidade, e assim me relacionar, integrar e inserir a humanização na educação, olhando o educando em sua totalidade humana e não apenas no processo pedagógico, em suas limitações”, afirmou.

Para Luciana a educação tem um papel fundamental na sociedade e na formação das pessoas. “O importante é formar cidadãos críticos, conscientes do seu processo humano, aprofundando e despertando ( corpo, emoção, intelecto e espírito). Reconhecendo o educando na sua interdependência, conectados com o todo. A Inclusão é ter uma visão holística. Está na educação ecológica social, individual e planetária para toda a vida, integrando e convivendo com as diferenças na educação”, destacou.

A aluna da FSLF também conta que há alguns anos participa de projetos de inclusão, inclusive com algumas colegas do curso de pedagogia. “Venho desenvolvendo o Eco Inclusão com mais duas colegas, Lucy Dantas Matias e Elisangela Santos, que tem como objetivo a humanização, intervenção, movimento e a incorporação de elementos relevantes como valores, compreensão, tolerância, compromisso, justiça social e solidariedade humana, voltado para uma visão holística. Desenvolvendo paralelamente ao projeto brinquedos artesanais lúdicos, educativos e pedagógicos para inclusão social, onde são vendidos para escolas, creches, consultórios, clínicas, entre outros para o sustento das atividades desenvolvidas no projeto”, ressaltou.

Quando concluir o curso de pedagogia, Luciana relatou que pretende aprimorar e aprofundar seus conhecimentos como ser humano e toda base que teve na FSLF e aplicá-lo em seu cotidiano e no âmbito profissional.

Compartilhe: