V E S T I B U L A R
MENU
Menu Principal

Artigo de alunas do curso de Direito da FSLF vira capítulo de livro sobre educação 


às 15h26
Compartilhe:

Três alunas do curso de Direito da Faculdade São Luís de França publicaram um capítulo no livro ‘A educação enquanto fenômeno social: perspectivas de evolução e tendências’, da editora Atena. Discutindo o tema ‘Ressocialização Através da Prestação de Serviço à Comunidade’, as alunas contaram como foi essa experiência.

Sob a orientação da professora Flávia Goes e Eline Mendonça, as alunas que atualmente estão no 4º período Mismha Kelly Bomfim Rodrigues, Ana Carla Correia de Oliveira, Carine Maria Dantas Vieira, iniciaram a trajetória da publicação a partir de uma palestra oferecida pela coordenação do curso, onde tiveram noções sobre construção de resumos científicos.

De acordo com Mismha Kelly, neste mesmo evento elas foram apresentadas ao XVI Colóquio Internacional Educação e Contemporaneidade, que foi realizado em setembro de 2022. “Quando soubemos do evento tivemos o interesse em participar e conseguimos a aprovação e publicação do Resumo, que virou o capítulo do livro. Posteriormente recebemos a aprovação do artigo na Mostra Científica em nossa faculdade, e logo após recebemos o convite surpreendente, da Atena desejando que artigo composse o livro”, contou.

Para a aluna a experiência tem sido um sentimento de realização com gratidão a Deus. “Poder desenvolver um Artigo cursando apenas o 3º período do curso, traz consigo um grande desafio e também uma superação, e a certeza de que estou trilhando o caminho correto. A Faculdade São Luís é sem dúvidas uma grande responsável”, afirmou.

Quem também fez parte do projeto e está muito feliz com a experiência é a aluna Ana Carla. “Nosso trabalho abordou a pena restritiva de direito na prestação de serviço à comunidade. Na área de direito foi a minha primeira publicação em conjunto com as colegas Mismha e Carine. O start na oportunidade foi dado pela Faculdade São Luís de França, que teve como apoio o professor Yan e a professora Flávia, que ministraram para nós um curso durante uma manhã de sábado sobre estruturação de resumo e artigo”, contou.

A aluna também relatou que o curso de direito é a sua segunda graduação e essa oportunidade foi uma forma de abrir horizontes. “Como ainda não tenho certeza de como atuar profissionalmente dentro da área, vejo como uma das possibilidades a vida acadêmica: pesquisa, mestrado, doutorado; por isso entendo de grande valia ter material publicado”, destacou.

Para Carine o projeto foi o início da realização de um sonho, que até pouco tempo considerava impossível. “Para alguém que hoje vive uma maternidade solo de três meninas, sendo uma delas autista, sem nenhuma rede de apoio e tendo que desdobrar-se para conciliar a rotina com os afazeres de casa, o trabalho, uma rotina exaustiva de terapias e os estudos. Mas que apesar de todas as dificuldades nunca deixou de acreditar que com persistência, coragem, foco, determinação e Fé, tudo é possível aquele que crer e acredita que a educação é a maior e melhor arma para mudar o mundo”, declarou.

A estudante finaliza contando que foi justamente com essa certeza que o tema. “Nosso trabalho tem o objetivo de demonstrar que a ressocialização através das penas alternativas é o meio mais eficaz para reintegrar o custodiado ao convívio social, evitando por conseguinte a reincidência ou acometimento de novos crimes”.

Compartilhe: