V E S T I B U L A R
MENU
 Menu Principal

Conheça mais sobre a importância da psicologia e da psicoterapia no século 21


às 13h24
Compartilhe:

Vivemos em tempos onde o excesso de informação junto a uma rotina agitada e multitarefas deixa a maior parte da população doente. A ansiedade e depressão reinam em meio a um turbilhão de acontecimentos muitas vezes difíceis de assimilar. Isso sem contar a predisposição a determinados distúrbios e doenças em cada indivíduo, o que torna ainda mais complexo o entendimento em contextos individuais.

Outro ponto importante é a pandemia, que contribuiu para um choque de realidade confirmando de vez o que já se fala há anos: a psicologia é uma das profissões do futuro. E o futuro é agora. Pensando nisso, trouxemos 5 tópicos que mostram a importância da psicoterapia e da psicologia no século 21. São eles:

1. Conviver com o medo: inteligência e maturidade emocional são consequências positivas que algumas sessões de terapia podem trazer para uma pessoa. Alguém que convive com muitos medos e não sabe bem como lidar com situações do passado pode sofrer com isso, talvez sem se conscientizar.

2. Livrar-se de dependências: um dos motivos mais importantes para justificar o porquê de fazer terapia são os transtornos mentais, como muitas pessoas já conhecem. A terapia é altamente indicada para tratar tipos diversos de patologias clínicas, como a dependência química, depressão ou esquizofrenia.

A prática auxilia na recuperação desse tipo de sofrimento mental permanente ou temporário. Muitas vezes, os psicólogos, responsáveis pelas interações terapêuticas, trabalham em conjunto com psiquiatras que podem receitar medicamentos se for necessário.

3. Aumentar a autoconfiança: o medo do novo pode levar muitas pessoas a terem uma certa dificuldade de se adaptarem a novas situações. Uma mudança de cidade ou trabalho pode gerar grandes inseguranças, que são capazes de se transformarem em angústias, ansiedades e sofrimento.

Para amenizar essas sensações e aumentar a confiança, o processo terapêutico entra como um trabalho que envolve diversos fatores para transformar os sentimentos negativos em positivos.

4. Lidar com sentimentos: ocasiões que têm relação com o luto e com separações, por exemplo, são bastante delicadas pelo fato de deixarem marcas emocionais em alguém que vivenciou alguma delas. Perder uma pessoa querida ou se separar de alguém após muitos anos é geralmente muito doloroso.

Muitas pessoas não conseguem superar esse momento de suas vidas sozinhas. Logo, um profissional terapêutico pode ajudá-las a seguir com suas vidas e com as mudanças que virão a surgir.

Uma mágoa pode surgir após muito tempo por conta de um fato que ocorreu anos atrás. Isso pode abalar a vida dessa pessoa, que ao fazer terapia aprenderá a conviver com a sua própria história e ainda poderá aproveitar novas possibilidades que surgirem.

5. Criar relações saudáveis: não é preciso ter um motivo bem definido para fazer terapia. Se alguém deseja se relacionar melhor consigo mesmo ou com outras pessoas, isso já é motivo suficiente para fazê-la. Muitas pessoas são inseguras em certas áreas da vida, outras são tímidas e carregam um sentimento de culpa sem motivo aparente.

Com a terapia, essas pessoas conseguem se tornar conscientes de que o aprendizado é constante em relação à auto aceitação, auto crescimento e ao desenvolvimento geral como ser humano.

Compartilhe: