V E S T I B U L A R
MENU

Destrinchando a Enfermagem: enfermagem estética


às 15h57
Compartilhe:

A nossa série educativa segue destrinchando a enfermagem, mostrando as oportunidades e segmentos para quem segue a profissão. Os profissionais dessa área são essenciais nas unidades de saúde e durante a pandemia desempenharam um papel importante no cuidado aos pacientes.

Mas não é só em hospitais que os enfermeiros podem desenvolver seu trabalho. Atualmente, o enfermeiro encontra um mercado de trabalho aquecido, afinal, ele é a peça-chave nos cuidados e na assistência a pacientes de diferentes complexidades. No entanto, é possível crescer ainda mais nessa carreira, qualificando-se em segmentos mais específicos, como é o caso da enfermagem estética.

Este é um ramo que tem crescido bastante, visto que a atuação dos enfermeiros se volta para a saúde da pele, área em que há grande procura tanto por mulheres quanto por homens. O interessante é que também dá para usar os conhecimentos e habilidades técnicas para reparação, como no caso de queimados.

A atuação de enfermeiros no ramo da Estética é permitida, desde que sejam seguidas as normas da Resolução de nº 626/2020, do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen). Dentro desse campo, o profissional atua no atendimento clínico voltado para a realização de cuidados estéticos, como: dermopigmentação ou micropigmentação; ultrassom cavitacional; vacuoterapia; drenagem linfática; eletrotermofototerapia e carboxiterapia. Além disso, também dá para usar os conhecimentos e habilidades técnicas para reparação, como no caso de queimados.

Nas próximas semanas continuaremos destrinchando a Enfermagem, com as áreas de atuação possíveis para quem se forma na profissão. Fique atento ao nosso Portal e não perca nossas dicas! 

Compartilhe: