V E S T I B U L A R
MENU
 Menu Principal

Dia dos Avós: veja os benefícios da relação entre avós e netos


às 18h00
Compartilhe:

Dia 26 de julho é comemorado o Dia dos Avós e que privilégio daqueles que conseguem tê-los presentes ao longo de sua vida. Na infância essa relação é ainda melhor, eles têm amor sem medidas, sempre um pedaço de bolo para oferecer e são cúmplices de travessuras. Mas a importância dos avós na infância vai além desses momentos mágicos!

Conversamos com a professora do curso de psicologia da Faculdade São Luís de França, a psicóloga Marcela Teti, que listou alguns benefícios dessa presença ao longo da infância, que acaba sendo uma via de mão dupla e trazendo pontos positivos para todos.

Muitas pessoas falam que ser avó ou avô é ser pai em dobro. Pensando nisso, podemos falar que ser avó é ter possibilidade de exercitar uma educação consciente. “Quando tiveram filhos, os avós estavam educando pela primeira vez e somente com os filhos grandes puderam ter consciência do que de fato trouxe resultados úteis. Assim, ao educar o neto, os avós lançam um olhar perspectivo sobre o seu trabalho anterior e podem promover mais benefícios do que na vez anterior em que auxiliou no desenvolvimento das crianças”, destacou Marcela.

Aquela forcinha para os pais

Cuidado quando os pais não têm tempo. Esta é uma estratégia bem comum hoje, devido às rotinas de trabalho. Quando os pais estão muito ocupados incluem as crianças na rotina dos avós. Isso é bom, pois sem a família, as crianças acabariam ficando sozinhas, sem acompanhamento e com avós, seu desenvolvimento com segurança, pode estar garantido.

Transmissão do conhecimento das gerações anteriores

Em geral, é na casa dos avós que as crianças aprendem a história da família, dos antepassados. É lá também que aprendem a cozinhar a partir dos costumes ancestrais, praticar jogos de tabuleiro, fazer massa de goma para fazer arte em papel, aprendem a rezar e cantar músicas importantes para a família como cantigas de roda. Para os avós, este é um momento importante pois é uma espécie de transmissão de legado. Especialmente, para aqueles que sofrem com a iminência da morte, este “passar” de tradições alivia o sofrimento na medida em que o que ficar na terra será perpetuado por outra pessoa.

Apoio emocional

Na medida em que os avós passaram e sobreviveram a vários desafios na vida, eles compreendem que os dilemas das crianças, adolescentes e adultos são temporários. Assim, ensinam aos netos a perceber a vida em longo prazo, a focar no que é importante, e a reagir de forma adequada de modo produzir resultados positivos na vida da criança.

Avós fora do sedentarismo e da zona de conforto

Embora seja difícil de valorizar este processo, os netos em qualquer idade são motivo para que os avós caminhem mais, agachem com mais frequência, saiam da televisão. Ao mesmo tempo, os netos demonstram que é possível arriscar, fazer diferente, se divertir no processo.

Ao final, promover uma relação saudável e consciente com as crianças é benéfico para as duas partes.

Compartilhe: