V E S T I B U L A R
MENU
Menu Principal

Direito: conheça algumas opções e carreira além da advocacia 


às 11h59
Compartilhe:

Ao longo dos cinco anos da faculdade de Direito o aluno é exposto a uma diversidade de áreas e possibilidades dentro da profissão. A área do direito é ampla e a trajetória profissional de um jurista não está limitada à atuação na advocacia. Os formados que optarem por não advogar podem escolher seguir outras carreiras do Direito dentre uma série de opções.

Pensando nesses alunos que não tem certeza se querem seguir na carreira de advogados, separamos algumas possibilidades de atuação:

1 – Acadêmica –  lecionar em instituições públicas ou privadas é o foco de muitos graduados em Direito. Para se tornar um professor de Direito e ingressar na carreira acadêmica, o bacharel precisa seguir os estudos por meio do mestrado e doutorado, cursando até mesmo o pós-doutorado.

2 – Delegado de polícia – caso você queira um dia a dia mais dinâmico, o caminho pode ser a carreira de Delegado de Polícia Civil e Federal. Entre as funções estão administrar delegacias, planejar, controlar e coordenar as atividades policiais, realizar investigações, prisões, cumprimento de ordens, colher depoimentos, fazer interrogatórios e instaurar inquéritos. Para ser Delegado de Polícia é preciso ter nível superior em Direito e ser aprovado em concurso público. A exigência sobre ter experiência na prática jurídica fica a critério de cada estado. Não é obrigatório o registro na OAB para se tornar Delegado.

3 – Procurador – é responsável por representar órgãos e instituições públicas. As funções variam muito de acordo com o órgão representado, mas geralmente incluem consultorias jurídicas, representações judiciais, atuações em processos e etc. O ingresso na carreira de promotor se dá por meio de concurso público. Ademais, as exigências da prova e do processo seletivo podem variar de acordo com cada estado. Por exemplo, alguns concursos podem exigir experiência em atividades do setor jurídico, outras não.

4 – Direito do entretenimento – o trabalho tem como foco regulamentar grandes eventos (festivais, shows etc.). Além disso, é necessário elaborar licenças e contratos de artistas para participar dessas atividades. Outra atribuição é atuar no segmento de direitos autorais e liberdade de expressão, o que exige muita responsabilidade. Como é uma área que não tem muitos profissionais, a tendência é que os profissionais recém-formados sejam absorvidos com mais facilidade.

5 – Juiz – essa é uma das carreiras no Direito mais cobiçadas. O juiz pode atuar em nível estadual e federal e deve fazer a análise e o julgamento de processos que envolvem cidadãos, organizações e agentes públicos. Para quem deseja ocupar essa função, é interessante estudar muito, porque o concurso é composto por provas e títulos e apresenta um conteúdo programático bastante amplo, o que exige muita dedicação dos candidatos.

Compartilhe: