V E S T I B U L A R
MENU

Faculdade São Luís de França atinge conceito 4 no Inep


às 22h38
Compartilhe:

A Faculdade São Luís de França (FSLF) está entre as faculdades que obtiveram conceito 4 no Índice Geral de Cursos (IGC), segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Com isso, a instituição conquistou o segundo lugar entre as instituições privadas e terceiro geral com nota 4. Dessa forma, a instituição consolida o compromisso com a formação de profissionais cada vez mais aptos a atuar com excelência no exercício da profissão e atesta a qualidade do corpo docente e da estrutura física.
“Estamos bastante felizes com essa conquista, pois reflete o nosso empenho e dedicação ao ensino superior de excelência, formando profissionais cada vez capacitados e competentes. Essa é quarta vez que alcançamos o conceito 4, o que demonstra que estamos no caminho certo, buscando cada vez mais oferecer o melhor aos nossos alunos. Esse é o reconhecimento oficial de um ensino superior de qualidade, e fazer parte da lista das quatro instituições de Sergipe é bastante significativo e gratificante para todos nós da São Luís”, afirmou a coordenadora do São Luís Carreiras, Ana Paula Morais de Lima.
De acordo com Ana Paula, o IGC, assim como os demais indicadores do Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior (Sinaes), classifica as instituições, cursos e estudantes universitários em uma escala de 1 a 5, sendo que a nota máxima é 5 e as notas 1 e 2 são consideradas “insuficientes”. “Eles têm uma fórmula de cálculo em que são avaliados o corpo docente, a estrutura, os alunos através da nota do Enade e os cursos. Inclusive, os nossos cursos avaliados foram os de Letras e Pedagogia, que conquistaram nota alta máxima na avaliação, elevando assim o nosso IGC ao conceito 4”, explicou.
Para 2019, a professora afirma que os desafios são ainda maiores e o esforço também para o alcance da nota e conceitos máximos. “Na avaliação são dadas notas que se encaixam nas escalas de 1 a 5. Conquistamos um conceito 4 ‘gordo’, assim classificamos, tendo em vista que foi próximo ao limite para a conquista do conceito máximo, que é 5, ou seja, batemos na trave. Assim, o nosso objetivo é continuar a investir na qualidade de ensino para que cada vez mais possamos crescer, avaliando também os outros nossos cursos de graduação, caminhando para melhorar a cada ano e receber esse reconhecimento no Ministério da Educação (MEC)”, disse.

Compartilhe: