V E S T I B U L A R
MENU
 Menu Principal

Fatores que afetam a empregabilidade


às 15h00
Compartilhe:

É um grande fato que existe a necessidade de qualificação dos trabalhadores para que eles sejam atrativos para o mercado de trabalho. Quem tem interesse em desenvolver a carreira precisa estudar com frequência para que se mantenha em sintonia com o mercado atual, pois hoje, o destaque não é mais apenas nas profissões, mas sim nas habilidades para o desenvolvimento de atividades específicas.

Alguns fatores que devem ser levados em consideração e que afetam a empregabilidade, são:

O nível de educação: ele é o principal requisito para a formação do profissional. Um trabalho realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) constatou que existe uma grande divergência entre os salários de quem tem curso superior e quem não tem o diploma da graduação.

A experiência: o nível de competitividade das empresas faz com que os profissionais precisem ter respostas rápidas, com a menor margem de erro possível. Dessa forma, mesmo que tenha uma boa formação acadêmica, a experiência profissional é mais levada em consideração pelos recrutadores na hora de escolher quem vai ficar com a vaga de emprego.

Ter flexibilidade: os profissionais com capacidade de adaptação a mudanças estão um passo à frente da concorrência. Além disso, essa característica demonstra a capacidade de se adaptar aos conflitos, às dificuldades, às ferramentas e aos interesses que surgem ao longo da carreira.

A vontade de aprender: o processo de aperfeiçoamento é contínuo e não deve ter fim. O diploma ou até mesmo a pós-graduação não são suficientes para manter a empregabilidade. Estudos, leis e ferramentas surgem e alteram o entendimento que o mercado tem de cada profissão. Portanto, continuar bem informado é um desafioque permanece independentemente da área escolhida.

Ter uma visão estratégica do mercado: essa característica permite que o profissional se prepare para evitar e enfrentar riscos do negócio. Não é simples associar diferentes questões e tomar decisões complexas, são necessários muitos anos de experiência no mercado. Por isso, é importante desenvolver a visão estratégicadesde cedo.

Aprendizado de idiomas: de acordo com o relatório da Hays, em 2019, 25% dos funcionários têm o segundo idioma como requisito em seus cargos. Ademais, a importância cresce nos cargos mais elevados.

Compartilhe: