V E S T I B U L A R
MENU
 Menu Principal

No mês nacional da prevenção de doenças ocupacionais e acidentes no ambiente de trabalho saiba como identificar e quais as práticas necessárias para reduzi-los


às 14h04
Compartilhe:

O acidente de trabalho é quando acontece durante o serviço ou no trajeto entre a residência e o local de trabalho, que provoca lesão corporal ou perturbação funcional, o que pode causar a perda ou redução da capacidade para trabalhar. Além disso, as doenças ocupacionais podem ser enquadradas nessa categoria.

A data comemorativa do mês de julho tem o objetivo de alertar empregados e empregadores para a importância de práticas que reduzam o número de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho, a fim de promover um ambiente seguro e práticas saudáveis em todos os setores produtivos.

Manter os ambientes e processos de trabalho saudáveis é uma responsabilidade fundamental. A participação dos trabalhadores é essencial no processo de identificação das situações de riscos presentes nos ambientes de trabalho, portanto é para evitar esses problemas o uso correto de equipamentos de segurança, a realização de exames médicos periódicos e a implantação do Plano de Prevenção de Riscos Ambientais são imprescindíveis.

Algumas causas relacionadas aos acidentes de trabalho:

– Queda em alturas

– Movimentos inadequados

– Choque elétricos

– Não usar o EPI adequado

– Manuseio de produtos perigosos

Algumas das doenças relacionadas ao trabalho:

– LER (lesão por esforço repetitivo);

– Transtornos mentais;

– Perda auditiva induzida pelo ruído (PAIR);

– Dermatose ocupacional: é qualquer alteração da pele, mucosa e anexos, direta ou indiretamente causada, condicionada, mantida ou agravada por agentes presentes na atividade ocupacional ou no ambiente de trabalho.

– Pneumoconiose: o termo designa genericamente todas as doenças pulmonares parenquimatosas causadas por inalação de poeiras independente do processo fisiopatogênico envolvido.

– Câncer ocupacional: é originado devido a exposição a agentes carcinogênicos presentes no ambiente de trabalho, mesmo após a cessação da exposição; representa de 2% a 4% dos casos de câncer.

Como prevenir?

– Entender a importância de prevenir doenças ocupacionais: ao falar em segurança do trabalho e em acidentes, é comum pensar em situações como quedas, incêndios ou impactos. Todos esses são riscos que devem ser observados, mas não são os únicos. A maneira de executar as atividades pode aumentar a propensão de doenças ocupacionais. Elas têm a ver com condições do ambiente que são capazes de afetar o organismo

 Capacitar os colaboradores: os colaboradores são essenciais para se obter bons resultados. Afinal, empresas são resultados de pessoas. Todos têm que saber manusear suas ferramentas de trabalho de maneira correta e eficiente. Para tal, é necessário realizar treinamentos e workshops para instruí-los.

– Evitar improvisos: os acidentes e as doenças ocupacionais são quadros a serem evitados a todo custo em um espaço empresarial. Alguns estabelecimentos não dão a devida importância ao assunto e acabam criando soluções erradas. O correto é não improvisar e seguir as regras adequadas.

Compartilhe: