V E S T I B U L A R
MENU
 Menu Principal

Professor de Nutrição orienta como se prevenir da imunidade baixa


às 13h44
Compartilhe:

A mudança de estações e hábitos alimentares inadequados são os grandes responsáveis por viroses, gripes, resfriados e entre outros. E quando alguns desses sintomas aparecem ficamos impossibilitados de seguir com a vida normalmente, atrapalhando nossos estudos, trabalho e demais atividades.

“Do ponto de vista nutricional, alimentação pobre em frutas e vegetais e rica em alimentos ultraprocessados podem influenciar na má qualidade imunitária”, ressalta o professor de Nutrição da Faculdade São Luís de França, Washington Santos.

Uns dos principais sinais de que o sistema imunológico está fraco são: queda de cabelo; unhas fracas; cansaço excessivo; febres frequentes; herpes na região genital ou nos lábios; náuseas, vômitos ou diarreia; inflamações respiratórias frequentes e inflamação no ouvido e perda ou ganho de peso.

A fim de garantir o bom funcionamento do corpo é importante incluir algumas variedades de nutrientes essenciais na alimentação, como carboidratos, proteínas, gorduras boas, fibras, vitaminas e minerais. “Os alimentos ricos em vitamina C (ex: laranja, acerola, abacaxi, goiaba) e vegetais ricos em compostos ativos (brócolis, rúcula, cebola e alho crus, tomate). Além de alimentos com boa quantidade de zinco como as castanhas ajudam no fortalecimento da imunidade”, orienta Washington.

O professor ainda cita algumas dicas para fortalecer o sistema imunológico, que são:

1). Se hidrate de forma adequada priorizando água.

2). Preserve um sono de qualidade.

3). Exercite-se regularmente.

4). Procure alimentar-se prioritariamente de alimentos in natura e minimamente processados em detrimentos dos processados e ultraprocessados.                                                                                                                  

5). Mantenha-se equilibrado emocionalmente.

Compartilhe: