V E S T I B U L A R
MENU
Menu Principal

Transição de carreira: problema ou solução?


às 17h02
Compartilhe:

Se você está pensando na transição de carreira nesse momento, isso só pode estar acontecendo por dois motivos: você está muito insatisfeito com sua atual função ou você não sente segurança financeira a longo prazo no local onde presta serviço.

Independente de qual seja a motivação, na maioria dos casos, pensar na transição de carreira por si só já traz uma carga de tensão que atrapalha no processo de decisão. Se você ainda está na dúvida quanto a isso, identificamos alguns sinais para que você possa dar os primeiros passos em busca do trabalho que lhe traga felicidade e bem-estar. Veja alguns motivos:

1- Sentir-se desmotivado diariamente

2- Não dar o seu melhor no trabalho

3- Ter sensação de liberdade ao sair do trabalho

4- Insatisfação pessoal

Se você identificou essas situações presentes no seu dia a dia, você pode estar precisando repensar sua atuação profissional. E mais, é importante saber identificar se você gosta da sua área de atuação, mas não do seu cargo atual, ou se você não gosta nem da área de atuação nem do trabalho executado. No primeiro cenário o problema pode ser solucionado com uma nova função no mesmo campo de trabalho. Já no segundo, a mudança na carreira precisa focar em algo novo.

Além das situações comuns onde ocorre a troca de função ou de área, existem também as pessoas que mais se identificam desenvolvendo várias funções, dentro ou não de somente uma área.  Para o professor universitário Fábio Mariano, o que faz a diferença nessa mudança definir e focar no seu propósito. “Na faculdade, passei longe da profissão de ensino. Fiz graduação em Publicidade e também em Ciências Sociais. MBA em Marketing, mestrado e doutorado em Sociologia e Antropologia. Mas estar nas salas de aula, foi inevitável. Já são 24 anos lecionando” conta ele.

A mudança de carreira, quando feita de acordo com um planejamento prévio, pode resultar em uma grande alavancagem na vida profissional. E é dessa maneira que a situação precisa ser encarada, uma mudança aponta para muitos horizontes possíveis!

“O propósito é sempre um só. Mas pode se manifestar em diferentes carreiras, diferentes áreas, diferentes atividades. Eu sonhei em ter uma carreira única. Não rolou, tenho várias. Se você também é assim, não significa que você não tem foco e está sempre pulando de uma carreira para outra. Não olhe para as atividades, olhe para o propósito”, aconselha o professor Fábio.

Compartilhe: