V E S T I B U L A R
MENU
 Menu Principal

Dicas literárias para não se sentir sozinho durante a pandemia


às 15h04
Compartilhe:

A leitura tem sido uma ótima companhia para passar o atual período. Em tempos onde é recomendado não se aglomerar, sair, encontrar a família ou os amigos (pelo menos até a pandemia acabar) ficar em casa pode não ser tão legal quando não há muita coisa para fazer, porém o hábito da leitura pode ajudar neste momento tão difícil. Trouxemos algumas dicas de livros que são uma ótima opção para passar o tempo, confira:

1. Torto arado, de Itamar Vieira Junior: a história se passa no sertão da Bahia em um contexto rural, onde uma família de descendentes de escravos que vive em um regime ainda de quase escravidão – apesar da lei Áurea já ter sido assinada há mais de 100 anos, em 1888. É um livro marcado pelo preconceito racial e de gênero, pelo conservadorismo e sobretudo pela exploração, a personagem sente que o seu papel é conseguir emancipar e libertar todos aqueles trabalhadores que atuam na condição miserável em que vivem. Torto arado é um livro corajoso que pretende fazer um retrato da vida rural da Bahia.

2. Tempos ásperos, de Mario Vargas Llosa: a obra fala sobre o golpe político que aconteceu na Guatemala, nos anos 50, e sobre as consequências sociais não só para o país como para a América Latina como um todo. É uma aposta do escritor peruano para tentar entender melhor o mundo contemporâneo em que vivemos. Para Vargas Llosa, a queda do presidente da Guatemala (Jacobo Árbenz), eleito democraticamente, foi fundamental para a radicalização política que vigora cada vez com mais força até os dias de hoje.

3. Pequeno manual antirracista, de Djamila Ribeiro: ele reúne onze lições curtas que ajudam o leitor a entender de que forma o racismo se encontra arraigado na sociedadebrasileira e como podemos lutar para combatê-lo. Trata-se de um convite para se pensar sobre o racismo estrutural, muitas vezes disfarçado, e refletir sobre pequenas ações que, de uma forma mais ou menos consciente, nós continuamos reproduzindo no nosso dia a dia.

4. A revolução dos bichos, de George Orwell: é uma fábula publicada em 1945 e permanece atual até os dias de hoje, sua leitura nos faz embarcar em um mundo paralelo que, ao contrário do que possa parecer à primeira vista, tem muito a ver com o nosso país. A história se passa na Granja do Solar, onde uma série de bichos se reúne para fazer uma revolução. São galinhas, pombas, cachorros, cavalos, vacas, cabras, burros e ovelhas que possuem características humanas. A leitura de A revolução dos bichos é repleta de humor e nos faz pensar sobre a nossa própria sociedade, o sistema de trabalho, as condições de vida e a desigualdade.

5. Mindfulness – atenção plena, de Mark Williams e Danny Penman: vivemos em um mundo contemporâneo assolado pela pressa, pelo excesso de informações e pela solidão. Relatórios das organizações mundiais de saúde já apontam que a Depressão e a Ansiedade serão dos grandes males do próximo século. O livro reúne o criador da terapia cognitiva com base na atenção plena e um jornalista que traz ao público um programa de oito semanas que promete fazer com que o leitor mude a sua perspectiva diante da vida. A ideia é exercitar meditações diárias, simples e de curta duração, que permitam desenvolver a capacidade de atenção plena.

Compartilhe: