V E S T I B U L A R
MENU
Menu Principal

11 de Outubro é dia nacional de prevenção da obesidade


às 13h47
Compartilhe:

Segundo consta na Lei nº 11.721 assinada em junho de 2008, 11 de outubro é o Dia Nacional de Prevenção da Obesidade. A condição é um dos maiores problemas de saúde do mundo, considerado até uma pandemia por muitos profissionais da área da saúde. De acordo com a Organização das Nações Unidas para Alimentação e a Agricultura (FAO), quase 2 bilhões de pessoas no mundo estão acima do peso, enquanto cerca de 600 milhões já são obesas.

Com o objetivo de combater e prevenir, essa data tem a sua importância em deixar em evidência um assunto que precisa ser debatido. Diariamente os números relacionados às pessoas obesas só aumentam e sem perspectiva de regressão. No Brasil, os números atuais mostram que a obesidade já é um problema de saúde pública. Hoje, o índice de crianças brasileiras com sobrepeso já chega a 15%.

Fatores como redução no consumo de frutas, verduras, cereais, legumes, e aumento no consumo de produtos alimentícios ultraprocessados e ricos em gorduras saturadas colaboram diretamente com a obesidade, porém é importante ter em mente que outras circunstâncias colaboram com a doença. A professora de Nutrição, Anne Karoline de Souza Oliveira, explica: “Não se pode elencar um fator específico como causa da obesidade, visto que se trata de uma condição multifatorial que envolve aspectos referentes ao estilo de vida, hábitos alimentares, fatores genéticos, psicológicos, socioculturais, econômicos e ambientais. No entanto, é evidente que a mudança no padrão alimentar ao longo dos anos tem contribuído com o crescimento exponencial da obesidade em todo mundo”.

Para prevenir a obesidade é preciso estar consciente de que um estilo de vida saudável é imprescindível.  A professora ressalta que a prevenção à obesidade inclui medidas individuais e coletivas. Entre elas podemos citar o apoio e incentivo às práticas alimentares saudáveis e acessíveis no âmbito individual e coletivo, subsidiar políticas, programas e ações que sirvam como incentivo e apoio à promoção da saúde, segurança alimentar e prevenção de doenças.

Além disso, algumas orientações podem ser úteis na prevenção da obesidade, como:

·         Aumentar o consumo de frutas, verduras e legumes;

·         Evitar o consumo de alimentos ultraprocessados;

·         Praticar atividades físicas regularmente;

·         Comer com regularidade e atenção, em ambientes tranquilos, sempre que possível.

Além da conscientização da condição, é importante que haja uma reeducação de como a pessoa acometida é vista na sociedade e como isso impacta na vida dela. “É o momento de reiterar com a população que a obesidade não pode ser vista como culpa ou responsabilidade do indivíduo, evitando a perpetuação de preconceitos e estereótipos”, finaliza Anne. 

Compartilhe: