V E S T I B U L A R
MENU
 Menu Principal

Música sergipana: disco Arrudeia é lançado nesta sexta


às 14h02
Compartilhe:

O disco do artista, psicólogo e produtor cultural do sarau Ensaio Secreto, Paulinho Araújo, será apresentado nesta sexta-feira, 28. Após prévias do que viria a ser o novo trabalho, a exemplo da música Terra – nascida pela experiência oriunda da covid-19 -, Paulinho revela a totalidade da obra Arrudeia pelo streaming (Spotify, Deezer, iTunes, YouTube: https://m.youtube.com/watch?v=94XHtQ–DPI)
“Arrudeia é um convite-manifesto para que possamos pensar sobre o significado da dualidade que a própria existência carrega. Dos encontros, das perdas, e de como todos os movimentos carregam morte e vida ao mesmo tempo. Arrudiar é chegar ao outro lado. É estar onde se quer estar por um caminho diferente. É não desistir”, atesta o músico, que tem formação e especializações em Psicologia.

Sobre o novo projeto, que contempla uma diversidade de sons que remetem às nossas raízes culturais, com influência do lambe sujo, são gonçalo e ritmos que vão da nova mpb até a world music como a roda de samba, forró, cumbia, afrobeat, Paulinho comenta acerca de momentos significativos da própria biografia. “São canções que trazem experiências de viagens, momentos de superação, resiliência, a perda de um amigo querido, o nascimento do meu filho, de honrar minha transgeracionalidade, fala sobre encontros, amores e separações”, expõe o artista.

A sensibilidade do álbum Arrudeia provoca reflexões profundas sobre a nossa casa terra, a natureza e todos os seres. Inclusivo, assim como o próprio artista, o disco contém doze faixas, sendo duas poesias e dez músicas inéditas. “São composições autorais e formei algumas parcerias importantes, com conexões e ideais semelhantes ao do projeto Arrudeia”, conta Paulinho. Há participações das vozes fortes e toques femininos de Lari Lima, Bruna Ribeiro, Tauana Magdala, e das poetisas Luana Lima e Emanuela Tarquínio. O poeta J. Victor Fernandes também dá o seu axé e a bênção para o Arrudeia. A produção musical é assinada pelo pianista multi-instrumentista Rafael Ramos.

Tal projeto cultural foi viabilizado devido ao apoio do Grupo Maratá e pelo edital 06, Eixo 05, categoria álbum, proposto pelo Governo de Sergipe, através da Fundação de Cultura e Arte Aperipê – FUNCAP, com recursos da Lei Aldir Blanc.
Para quem deseja acompanhar tais criações musicais, vale conferir o instagram @pazlinho e a discografia nos streamings Spotify e Deezer, pesquisando por ‘Paulinho Araújo’, onde se pode ouvir desde o álbum de 2016, Vibramundo, e singles de sua autoria. Arrudeia também estará disponível nas mídias CD e Pen-drive, que podem ser adquiridas através das redes sociais do artista.

Compartilhe: