V E S T I B U L A R
MENU
 Menu Principal

O verdadeiro fruto do cajueiro é o caju ou a castanha?


às 17h09
Compartilhe:

Famoso por dar nome à nossa cidade, Aracaju, o caju é uma fruta suculenta, saborosa e perfumada. O que, talvez, muitos não saibam é que, na verdade, o caju é um pseudofruto. O verdadeiro fruto do cajueiro é a castanha.

Ambos, porém, têm seus valores nutricionais e benefícios à saúde. Segundo a nutricionista Mônica Souza, a fruta como um todo faz bem para a pele, trata problemas reumáticos, melhora o humor, entre outras vantagens.

“A polpa do caju pode vir nas cores vermelha, amarela ou as duas combinadas. Frutos nestas cores são ricos em carotenóides, um tipo de composto bioativo, os quais atuam na defesa imunológica e diminuem as chances de desenvolver câncer e outras doenças”, explica.

Já o sabor da polpa pode ser doce, ácido, tenro ou fibroso. Além de deliciosa in natura (crua e fresca), ela é usada para fazer doces, sucos, destilados e mel.

A castanha, por sua vez, dura e oleaginosa, aqui na nossa terra, é muito famosa cozida e assada ou torrada. Doce ou salgada, torna-se um ótimo tira-gosto. Aracajuano adora consumi-la assim.

Nutrientes e benefícios

O Caju é fonte de…

Vitamina B1: envolvida na liberação da energia dos carboidratos e gordura;
B2: atuante na manutenção e restauração dos tecidos;
B3: atuante em várias reações básicas do organismo;
Vitamina C e compostos bioativos: ação antioxidante e fortalecimento do sistema imune;
Cálcio: atuante na formação dos ossos e dentes, na condução de impulsos nervosos e contração muscular;
Ferro: atuante na formação da hemoglobina, pigmento que confere a cor característica dos glóbulos vermelhos do sangue
Fósforo: também atua na formação dos ossos e dentes, participa do metabolismo de macronutrientes e de sistemas enzimáticos.

A castanha é fonte de…

Vitamina E: potente antioxidante, diminuindo a ação de radicais livres e prevenindo o surgimento de doenças cardiovasculares e o envelhecimento da pele;
Selênio: redução da incidência de câncer e dos sintomas de enxaqueca;
Ômega-3: poder anti-inflamatório, atuando na redução do depósito de gordura e, consequentemente, diminuindo o risco de doença cardiovascular e inflamação;
Aminoácido Triptofano: ajuda na redução do mau humor e dos sintomas da depressão.

Compartilhe: