V E S T I B U L A R
MENU
 Menu Principal

Professora da FSLF será empossada na Academia Municipalista de Sergipe


às 17h22
Compartilhe:

Na próxima sexta-feira, 28 de maio, a professora Dra. Alana Vasconcelos , do curso de Pedagogia da Faculdade São Luís de França, tomará posse na Academia Municipalista de Sergipe (AMS), como acadêmica fundadora.

De acordo com Alana, a Academia Municipalista vem com algumas propostas novas como, por exemplo, a de ser uma academia que funcionará virtualmente com a possibilidade de uma sessão/convenção periódica presencial, inclusiva e itinerante, nas cidades a serem escolhidas em assembleias e sessões e ou, nos eventos já existentes ou que venham a existir.

“Acredita-se que assim haverá mais energia e circulação da cultura literária, levando a ideia-livro desde a capital, Aracaju, a todas as demais unidades municipais para que haja, nesta movimentação, a maior e mais frequente participação de todos. Fazer parte da AMS é ter a oportunidade de colaborar com a manutenção da nossa cultura, nossa educação. Me sinto feliz e honrada em ser convidada a fazer parte desta Academia e poder contribuir de alguma forma com os propósitos da mesma”, afirmou.

A Academia Municipalista

Tem como proposta incluir todas as unidades municipais do Estado, oferecendo a possibilidade da distribuição de oportunidades e de conhecimentos, pois, sabe-se que existe muita carência de possibilidades verdadeiras e que o conhecimento só tem valor agregador quando passado de uma pessoa para outra.

A Academia Municipalista de Sergipe foi instalada no dia 23 de abril de 2021. Teve a abertura dos seus trabalhos de instalação feita pelo presidente da Academia Sergipana de Letras, o advogado José Anderson Nascimento, e vem para fortalecer, mais ainda, o movimento academicista que se desenvolve no Estado de Sergipe há mais de 10 anos.

Segundo a professora da FSLF, a Academia tem como proposta incluir todas as unidades municipais do Estado, oferecendo a possibilidade da distribuição de oportunidades e de conhecimentos, pois, sabe-se que existe muita carência de possibilidades verdadeiras e que o conhecimento só tem valor agregador quando passado de uma pessoa para outra.

Esta nova casa do saber chega inspirada na Almece – Academia de Letras dos Municípios do Estado do Ceará -, fundada há 33 anos, no dia 9 de setembro de 1983 e, na Amulmig – Academia Municipalista de Letras de Minas Gerais -, fundada há 58 anos, no dia 8 de abril de 1963.

Compartilhe: